Europa, Viagens Internacionais

Se for à Toscana, não deixe de ir à Cortona!

7 de março de 2015
toscana

Para quem conhece os livros da escritora americana Frances Mayes e já leu ou assistiu ao filme baseado em uma de suas obras mais famosas “Sob o sol da Toscana” (Under the tuscan sun), certamente está familiarizado com essa belíssima cidade que é uma verdadeira joia da Toscana: Cortona. Confesso que, antes de visitar Cortona, eu não havia assistido o filme, o que talvez tenha contribuído para que a experiência tenha sido única, com aquela gostosa sensação de descoberta. Há pouco tempo atrás assisti o filme e me deu uma saudade imensa daquele lugar, da sua atmosfera fofa e cinematográfica, e é claro, não poderia deixar de escrever sobre essa cidade aqui no blog e recomendar a visita (aliás, caso você não tenha assistido esse filme ainda, recomendo muito também, além da estória ser inspiradora, a fotografia do filme é fantástica).

Vista do Vale
Para quem nunca ouviu falar (como eu antes de conhecer a cidade a convite de duas pessoas lindas e queridas durante o intercâmbio que fiz em Roma) aqui vai a ficha completa: Cortona é uma pequena cidade medieval italiana, localizada na região da Toscana, pertencente à província de Arezzo e possui cerca de 22.046 habitantes. Espetacularmente situada no alto de um morro (mais precisamente a 600 metros acima do nível do mar), a cidade é simplesmente encantadora e charmosa, principalmente ao se considerar as suas belas paisagens e vistas de tirar o fôlego.

Igreja Santa Maria dele Grazie Al Cacinaio

É uma das cidades etruscas mais antigas (os antigos etruscos, povo altamente civilizado, migraram para a Toscana em 9 a.C. e foram responsáveis por levar vinho, mulheres e canções às colinas da região) e justamente pelo filme “Sob o sol da Toscana” ter sido filmado na cidade, ela ganhou fama internacional. Também pudera, o lugar é simplesmente sensacional, cenário de filme mesmo, e que vale à pena demais visitar.
Para ter acesso à cidade, é preciso subir morro acima até chegar à sua entrada. Como Cortona é atravessada por muitas estradas medievais e rodeada por antigas muralhas etruscas, ela oferece uma visão espetacular e única na Itália. Isto porque, de cima da cidade é possível contemplar o Vale Valdichiana, as fronteiras da Umbria, uma parte do Lago Trasimeno e também a igreja Santa Maria dele Gracie dell Calcinaio, o que sem dúvida, ao vivo, se revela um panorama fantástico e deslumbrante. Uma vez dentro da cidade, deixe se transportar para o passado, ao caminhar pelas suas vielas coloridas cheias de charme e encanto. É interessante notar que Cortona, mesmo tendo se tornado uma sensação turística, se esforça para manter a sua personalidade e essência, não sendo muito difícil encontrar seus moradores descontraídos em encontros deliciosos e harmoniosos por suas vielas e praças. Durante o passeio pela cidade você vai se deparar com cenários fofos e cinematográfico, um comércio bastante charmoso, cheio de lojas interessantes (até fábricas caseiras e artesanais de massa), ótimos restaurantes e cantinas para degustar uma boa pasta (macarrão) ou qualquer outro tipo de massa e um bom vinho, gelaterias que servem gelati (sorvetes) sensacionais e galerias de arte.

Vista que permite contemplar o Lago Trasimeno ao fundo

Além das suas paisagens de tirar o fôlego e da beleza de seu centro histórico, Cortona tem como suas principais atrações o Museo Diocesano, que apresenta uma pequena, mas sensacional coleção dos artistas Fra’Angelico, Luca Signorelli e Pietro da Cortona, nascidos dentro dos seus muros, e a Basilica di Santa Margherita, cujo interior é moderno e possui preciosas obras de arte, bem como os restos da Santa Margarida, a padroeira da cidade, expostos em um túmulo do século 14, com vidro nas laterais, em cima do altar principal. A cidade também é palco de vários eventos e festivais durante todo o ano, mas depende muito da época, como os folguedos medievais que culminam com uma competição de bestas e, geralmente, ocorrem em maio ou junho.

Piazza della Republica

Quando eu fui (um sábado, no mês de setembro) tive a sorte de presenciar, no fim da tarde, uma apresentação medieval exatamente como aquele que aparece no filme. Momento único e que foi saborosamente apreciado com um delicioso gelato em mãos, sentadinha na Piazza dela Republica, que por sinal é um dos personagens de destaque no filme “Sob o sol da Toscana”. Para melhor explorar Cortona em detalhes, sugiro passar no Ufficio di Turismo (escritório de turismo) que fica na Piazza dela Republica e pegar um mapa com a indicação com todas as atrações da cidade, que indica também o caminho até Bramasole (a casa da escritora Frances Mayes, onde o filme foi rodado), caso você queira ir até lá conhecer. Um fato curioso e interessante: a cidade é bastante procurada por pessoas de diversas nacionalidades para celebrar casamentos, para quem se interessar fica a dica! Imagine casar nessa cidade medieval charmosa e encantadora, cenário de filme!

Apresentação medieval igual a do filme

Como chegar

Normalmente, os turistas costumam inserir Cortona no roteiro no modo bate-volta de alguma outra cidade maior da região da Toscana em que se hospedam, como Florença, por exemplo, e, por experiência própria, digo que dá para fazer isso tranquilamente e conseguir conhecer a cidade em apenas um dia. No meu caso, viajei diretamente de Roma, pois como na época estava fazendo intercâmbio só podia viajar durante os finais de semana, já que tinha aula todos os dias. Assim, peguei um trem a partir da estação Termini, em Roma, e desembarquei em uma cidade chamada Asciano (cidade em que passei a noite, inclusive, em um hotel rústico no estilo fazenda chamado Agriturismo Il Molinello que se destacou não pelas excelentes acomodações e delicioso café da manhã, mas também pela simpatia e receptividade dos donos e das pessoas que ali trabalham), pertencente à província de Siena e que está situada em local estratégico para quem quer explorar de carro a região da Toscana.

 

Nesse caso, quem preferir viajar de carro (o que é altamente recomendável para extrair o máximo do que a Toscana e seus belos cenários podem oferecer – e é super tranquilo para alugar carro na região, existem diárias bem interessantes nas empresas especializadas locais, o que pode ser feito também no aeroporto) anote que Cortona fica na estrada S S71 norte sul que vai para Arezzo. Também fica perto da autoestrada Siena-Bettolle-Perugia, que se conecta com a A1. Inclusive, registro que existem estacionamentos pagos em torno das circunferências das muralhas e estacionamento grátis no Parcheggio San Spirito Santo, ligado ao centro histórico pela scala mobile, onde as pessoas podem deixar os carros tranquilamente e excursionar dentro dos muros de Cortona.

Esse local também foi cenário do filme

Já para quem prefere viajar de trem, a estação mais próxima fica distante 6 km de Cortona, a estação Camucia que, por sua vez, fica a apenas 10 minutos de ônibus colina acima da cidade. As passagens de trem são baratas (não mais que 12 euros, dependendo do ponto de partida) e partem de Arezzo (25 minutos – sai de hora em hora), Florença (1h20 – sai de hora em hora), Roma (2h e 15 minutos-oito trens por dia), Perugia (55 minutos – seis trens por dia) e Orvieto (55 minutos – sete trens por dia). É possível também se hospedar na cidade (pode ser usado como base e ponto estratégico para se visitar outras cidades da região) que oferece agradáveis pousadas.

Pelas vielas da cidade

Assim, para quem pretende ir à Itália e explorar a Toscana, recomendo demais a inclusão de Cortona em seu roteiro, pois é uma cidade que reúne beleza, arte, charme e cenários visualmente esplêndidos, características inerentes à região, que tornam essa cidade tão apaixonante e encantadora. Eu amei e me encantei com essa cidade que se revelou uma surpresa para mim, e quando retornar à Toscana, se tiver essa oportunidade, certamente vou querer visitá-la de novo.

Eu encantada com a cidade

Obs.: Algumas das lindas fotos que ilustram esse post são de autoria da amiga Lidiane Arsênio que é uma ótima fotógrafa e gentilmente as cedeu, uma vez que a minha máquina resolveu acabar a bateria durante o passeio e não pude eu mesma registrar por conta própria alguns momentos da visita.

http://www.cortonaweb.net/em

http://www.molinello.com/ita/index.html

Você também pode gostar

Comentário

Deixe uma Resposta

@MELEVENAMALA – INSTAGRAM

  • Crocia Dubrovnik Dubrovnik vista do alto no pr do solhellip
  • Crocia Hvar  Fort Spanjola E a Crocia segue sehellip
  • Crocia Hvar Hvar a pronncia  rurr com certeza noshellip
  • Crocia Plitvice Lakes O belssimo Parque Nacional dos Lagos Plivticehellip
  • Turquia Gumbet  Pennsula de Bodrum Tem coisa melhor quehellip
  • Mato Grosso Pantanal  Sesc Baa das Pedras E ahellip
  • Mato Grosso Pantanal Sesc Pantanal To lindo quanto ver ohellip
  • Mato Grosso Pantanal Hotel Sesc Porto Cercado Passando para florirhellip
  • Mato Grosso Pantanal  Hotel Sesc Porto Cercado Tudo ohellip
  • Turquia Blue Lagoon Oludeniz Nesse finzinho de domingo nada melhorhellip
Por favor, aguarde...

Assine a nossa newsletter

Quer ser notificado quando o nosso artigo é publicado? Digite seu endereço de e-mail e nome abaixo para ser o primeiro a saber.