Nordeste, Viagens Nacionais

Maragogi: o “Caribe brasileiro” e seus arredores

1 de março de 2015
838

O Brasil apresenta um extenso litoral e belíssimas praias que são o destino perfeito para curtir o verão e aproveitar os numerosos feriados prolongados que ainda teremos esse ano. Um dos destinos que indico é Maragogi, em Alagoas, lugar paradisíaco localizado no litoral norte alagoano. Distante cerca de 130 km de Macéio e Recife, se encontra em localização privilegiada justamente por ter fácil acesso por ambas as capitais. A cidade possui belas praias responsáveis por fazer o lugar ser conhecido como o “Caribe brasileiro”. Realmente, as suas praias de águas mornas, tranquilas, límpidas e esverdeadas, rodeadas por densos coqueirais com areais finas e batida fazem jus a essa comparação. Acrescenta-se a isso o fato de que as praias de Maragogi, em praticamente toda a sua extensão, apresentam areias quase desertas e com inspiradores ares bucólicos, razões mais que suficientes, para se considerar o lugar o destino ideal para quem busca lazer, sossego e contato com a natureza.

Em dias de maré baixa é possível fazer passeios fascinantes e inesquecíveis (normalmente no período da manhã), como o mergulho em suas famosas piscinas naturais – chamadas de Galés – para observar bem de perto os recifes de corais e ter o corpo cercado de peixes dos mais variados tipos e cores. Para chegar às famosas Galés, cuja distância da praia é quase de 6km, é necessário ir de lancha ou catamarãs, e não há qualquer dificuldade para conseguir reservar o passeio (só precisa contar com o nível baixo da maré), pois normalmente os hotéis, pousadas e agências de turismo da região oferecem essa opção de passeio que é cobrado por pessoa (por volta de R$ 65,00) e tem duração em médias de 2 horas.

Mergulho de snorkel nas piscinas naturais

Ao mergulhar é possível contemplar toda a riqueza da flora e da fauna local, o que pode ser feito através do snorkel ou cilindros, caso o turista queira descer um pouco mais fundo. Não é necessário ser profissional para mergulhar com os cilindros, uma vez que a profundidade explorada é de no máximo 5 metros e o instrutor vai acompanhando o mergulhador o tempo todo. No resort que fiquei hospedada, por exemplo, eles costuma oferecer até uma espécie de “mini-curso” na própria piscina do hotel antes do mergulho nas piscinas naturais. Mesmo assim, medrosa que sou, preferi mergulhar de snorkel, o que foi uma experiência extasiante e incrível de qualquer forma.

Durante passeio nas Galés: “Caribe brasileiro”
Ainda, há a opção de fazer diversos passeios, seja de buggy para explorar o litoral, seja de barco navegando pelo Rio Maragogi, a fim de conhecer os preservados manguezais e até mesmo passeios de caiaque pelo mar calmo. Para quem curte percorrer trilhas, há a alternativa de fazê-las pela Mata Atlântica localizada na região, que passa por bicas, cachoeiras e por um imponente visgueiro que possui mais de cem anos.
Além disso, considerando a proximidade com algumas praias localizadas no território pernambucano, sugiro alugar um carro (também é um serviço que pode ser encontrado nos hotéis e agências de turismo locais) e visitar a praia de Muro Alto (se localiza no Município de Ipojuca, perto de Porto de Galinhas e seu nome é derivado das falésias de cerca de 3 metros de altura que formam paredões em toda a sua extensão – possui águas calmas e mornas – ideais para praticar stand up paddle, por exemplo) e a Praia do Carneiros, que é uma praia lindíssima, independe de maré para ser curtida, não muito lotada e conta com uma igrejinha charmosa e fotogênica para completar o visual paradisíaco.

Praia de Muro Alto
Uma outra opção de passeio para quem decide passar uns dias em Maragogi é fazer um bate-volta até Porto de Galinhas para aproveitar suas praias e piscinas naturais, assim como para fazer um passeio de barco pelo Rio Maracaípe e conhecer a colônia de cavalos marinhos que, por experiência própria, é um passeio interessante de se fazer.

 

 Quanto à hospedagem em Maragogi, alerto que a vila ainda não apresenta uma grande estrutura, fator importante a se considerar, motivo pelo qual compensa se hospedar nos resorts all inclusive que oferecem estruturas confortáveis, uma diversidade de opções de lazer e passeios, incluindo atividades voltadas também para o público infantil, excelente para famílias que viajam com crianças, isso sem falar que, geralmente, oferecem praias de uso exclusivo para os hóspedes. Na oportunidade em que estive em Maragogi me hospedei no resort Grand Oca Maragogi e confesso que valeu à pena demais, pois as estruturas e as facilidades do lugar me proporcionaram tudo o que eu estava buscando naquele momento: sol, água fresca e muito sossego.

 

Resort Grand Oca Maragogi

Praia de uso exclusivo dos hóspedes do Grand Oca

Para saber mais sobre Maragogi:
http://www.maragogionline.com.br/index.htm

Para mais informações sobre os resorts all inclusive da região:
http://www.grandocamaragogiresort.com/home/

http://www.salinas.com.br/pt/maragogi

Você também pode gostar

1 Comentário

  • Reply Jericoacoara: o paraíso é aqui! | Me Leve na Mala 12 de agosto de 2015 at 18:27

    […] Como já havia feito esse passeio na oportunidade em que estive em Pernambuco (como falaei aqui: http://melevenamala.com.br/2015/03/01/maragogi-o-caribe-brasileiro-e-seus/.html), confesso que achei um pouco sem graça, razão pela qual não acho que valha muito à pena. […]

  • Deixe uma Resposta

    @MELEVENAMALA – INSTAGRAM

    • Crocia Dubrovnik Dubrovnik vista do alto no pr do solhellip
    • Crocia Hvar  Fort Spanjola E a Crocia segue sehellip
    • Crocia Hvar Hvar a pronncia  rurr com certeza noshellip
    • Crocia Plitvice Lakes O belssimo Parque Nacional dos Lagos Plivticehellip
    • Turquia Gumbet  Pennsula de Bodrum Tem coisa melhor quehellip
    • Mato Grosso Pantanal  Sesc Baa das Pedras E ahellip
    • Mato Grosso Pantanal Sesc Pantanal To lindo quanto ver ohellip
    • Mato Grosso Pantanal Hotel Sesc Porto Cercado Passando para florirhellip
    • Mato Grosso Pantanal  Hotel Sesc Porto Cercado Tudo ohellip
    • Turquia Blue Lagoon Oludeniz Nesse finzinho de domingo nada melhorhellip
    Por favor, aguarde...

    Assine a nossa newsletter

    Quer ser notificado quando o nosso artigo é publicado? Digite seu endereço de e-mail e nome abaixo para ser o primeiro a saber.